Governador da Bahia anuncia acordo para a compra de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pela Rússia para Covid-19

Acordo entre governo baiano e russo vai garantir a compra de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, caso a eficácia seja atestada por órgãos responsáveis. (Foto: Reprodução/HealthNews)

Um acordo para a compra de 50 milhões de doses da Sputnik V, vacina desenvolvida pela Rússia para o combate ao coronavírus, foi anunciado pelo governador Rui Costa (PT) da Bahia. De acordo com o governador, a compra só será confirmada após os órgãos responsáveis aprovarem a eficácia da vacina, que atualmente já se encontra na fase 3 de testes na Rússia, onde cerca de 30 mil voluntários receberam doses da vacina em Moscou, e
segundo estudos preliminares das fases 1 e 2 divulgados pela revista científica 'The Lancet', mostrou imunização a Covid-19 nos voluntários testados.

De acordo com o Governo da Bahia, o Estado vai participar da fase 3 de testes da Sputnik V, o que deve acontecer a partir de outubro e contará com a participação de 500 voluntários. Para o início dos testes, um protocolo depende de autorização por parte da Anvisa e da Conep.

A Sputnik V foi a primeira vacina contra a Covid-19 registrada no mundo e foi desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Gamaleya, em Moscou. A compra, caso seja confirmada a eficácia, deve ser dividida entre os Estados que compõem o Consórcio Nordeste, dentre eles, o Rio Grande do Norte.

O Governo do Paraná foi o primeiro no país a mostrar interesse na Sputnik V, um acordo para compra, fabricação e distribuição da vacina russa foi assinado no mês passado pelo Estado com o governo russo.

Veja abaixo o anúncio do governador da Bahia, Rui Costa:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial