18 de fev. de 2021

Juiz decide pela manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira

Daniel Silveira foi preso após ataques à democracia e à ministros do STF. (Foto: Reprodução/TV Globo)

A prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), foi mantida pelo juiz Airton Vieira, após o magistrado concluir pela legalidade da prisão em audiência de custódia, realizada nesta quinta-feira (18).

O parlamentar foi detido na terça-feira (16) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por insultos a integrantes da corte. A decisão já havia sido ratificada por unanimidade pelo STF, durante audiência do pleno e será votada amanhã (19) pela Câmara dos Deputados, por Daniel Silveira ser parlamentar em exercício do mandato e ter sido preso em flagrante.

Uma possível conversão da prisão em flagrante para preventiva, só poderá ser analisada após a decisão dos deputados, pela manutenção da prisão ou a liberdade do parlamentar. Daniel Silveira foi transferido da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro para o Batalhão Especial Prisional da PM, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Antes da transferência, dois aparelhos celulares foram encontrados na cela onde o deputado estava custodiado na PF, durante uma vistoria realizada por volta de 12h30. Segundo informações da PF, os celulares estavam em uma bolsa com roupas pessoais do deputado e que uma sindicância para apurar a ocorrência foi aberta pela Corregedoria da PF, além da tomada de depoimento das pessoas que visitaram o deputado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br