25 de jan. de 2021

Integrantes do MLB acusam Guarda Municipal de Natal de cometer agressão durante protesto em votação escolherá delegados para decidir Plano Diretor da capital potiguar

A votação que definirá os delegados que vão decidir a Conferência Final do Processo de Revisão do Plano Diretor de Natal, realizada na manhã de hoje (25), em uma quadra de esportes localizada na Praça Augusto Leite, no Bairro Tirol, Zona Leste da capital, teve uma grande confusão e acabou sendo interrompida. 

Um grupo de integrantes do MBL (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas) esteve no local e como forma de protestar trancaram a quadra de esportes onde ocorria a votação, a confusão começou com a chegada da Guarda Municipal de Natal, que usou da força para forçar a dispersão do grupo, mas acabou provocando cenas de tumulto.

Em vídeo postado em redes sociais do MBL, é possível ver o uso de spray de pimenta em integrantes do grupo, formado por mulheres, homens e havia crianças também. O movimento acusa a Guarda Municipal de Natal de agressão e uso de truculência da força municipal de segurança contra o grupo.

De acordo com um dos coordenadores do MBL, Matheus Araújo, o grupo formado por cerca de 60 pessoas foram ao local para participar da votação, mas para a surpresa do grupo, os seus nomes dos candidatos apoiados pelo grupo não estavam na lista das pessoas com direito ao voto.

A quadra só foi aberta e o protesto encerrado, após o cancelamento da votação, segundo informações do MBL.

O dizem a Guarda Municipal de Natal e a Prefeitura do Natal

Em nota, a Guarda Municipal de Natal afirmou que tentou negociar com a grupo e que o uso da força se deu de forma progressiva para permitir o direito de ir e vir das outras pessoas que estavam no local. Sobre o uso de spray de gás de pimenta, o Comando afirma que o mesmo aconteceu para tentar dispersar os manifestantes e que não foi direcionado para os rostos dos mesmo, apesar do vídeo divulgado pelo movimento mostrar exatamente o contrário.

A Prefeitura do Natal, acusou o MBL de invadir o local da votação de forma truculenta e que repudiava o ocorrido, uma vez que conduziu de forma transparente e democrática todo o processo de votação, seguindo rigorosamente a determinação da Justiça, iniciando os trâmites para a realização da Conferência Final de forma presencial.

"Portanto, não é admissível que pessoas se revistam de bandeiras e estimulem a violência, quebrando cadeiras, jogando mesas, danificando equipamentos públicos da quadra e dirigindo palavras ofensivas aos servidores, com o objetivo de buscar impor à força sua vontade. Todas as regras foram respeitadas pelo Município, com o chamamento público e qualquer pessoa ligada a uma entidade poderia ser candidato a delegado. De maneira legítima e democrática, sem apelar para a truculência", afirmou a gestão municipal em nota.

O Núcleo Gestor (NG) deve ser convocado para definir sobre a retomada da Pré-Conferência após a sua votação ter sido cancelada.

Veja o vídeo abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br