14 de dez. de 2020

Doria anuncia que vai buscar o registro definitivo da CoronaVac na Anvisa, estudos finais da vacina serão entregues em 23 de dezembro pelo Butantan

Doria garante que resultados finais sobre eficácia da CoronaVac vai levar à aprovação no Brasil e no mundo do imunizante. (Foto: Divulgação/Instituto Butantan)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (14) que o Estado em conjunto com o Instituto Butantan vai buscar o registro definitivo da vacina CoronaVac, desenvolvida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Para conseguir o registro definitivo, o Butantan vai enviar os dados com os estudos completos da vacina em fases de testes em voluntários no Brasil. Inicialmente previsto para serem entregues amanhã (15), a documentação será entregue apenas em 23 de dezembro, numa estratégia para conseguir o registro junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

De acordo com Doria, a mudança é uma forma de gerar uma maior confiabilidade no imunizante, que tem sofrido diversos ataques por ser um produto da China, país, onde estudos apontam que a pandemia do coronavírus teve início no final do ano passado.

Doria espera que após a entrega dos resultados dos estudos, a Anvisa aprove até o final do mês o registro definitivo da CoronaVac, para que em 25 de janeiro, a vacinação em massa da população de São Paulo tenha início.

Além da apresentação final dos estudos à Anvisa, o resultado será levado simultaneamente à  National Medical Products Administration (NMPA), órgão responsável pela regulação de medicamentos na China.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *