Ana Paula Valadão volta a atacar gays e associa a AIDS como uma punição ao amor entre pessoas do mesmo sexo, assista ao vídeo

Não é de hoje que Ana Paula Valadão ataca gays. (Foto: Reprodução)

A pastora e conhecida homofobia, Ana Paula Valadão, destilou novamente seu veneno preconceituoso contra os gays ao associar a AIDS como uma punição de Deus ao amor gay e responsabilizando a classe LGBTQIA+ pelo surgimento e transmissão da doença.

A mentirosa e preconceituoso associação foi feita durante uma gravação de programa que a pastora mantém e surgiu após um convidado falar o termo companheiro.

A falsa afirmação da pastora repercutiu negativamente nas redes sociais, principalmente na comunidade LGBTQIA+, que prometem acionar a Justiça contra a pastora.

A família Valadão sempre atacam os gays. Em 8 de setembro, o irmão de Ana Paula, o também pastor André Valadão, afirmou que igreja não é lugar para gays e que os mesmos devem procurar outros lugares como boates.

Associar a AIDS à gays era um discurso preconceituoso imposta pela sociedade há 40 atrás e não condiz com a realidade. A doença se dá entre homossexuais e heterossexuais que praticam ato sexual sem preservativo, e associar a doença à comunidade LGBTQIA+ só reflete o preconceito que existe até os dias de hoje e precisa ser rechaçado por todos, AIDS não é coisa de gays e nem punição de Deus.

Assista ao vídeo abaixo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial