Com 10 jogadores com COVID-19, partida entre Goiás e São Paulo é adiada pelo STJD

O elenco do Goiás em treinamento para enfrentar o São Paulo na estreia do Brasileirão 2020. (Foto: Rosiron Rodrigues)

Cerca de uma hora antes de entrar em campo contra o São Paulo, em partida válida pela primeira rodada do Brasileirão 2020, o Goiás informa que 10 jogadores, sendo oito titulares, testaram positivo para COVID-19.


O clube realizou a testagem, que é obrigatória, na última quinta-feira (6) no laboratório do hospital Albert Einstein, em São Paulo, mas a equipe foi informada que teria que repetir a testagem devido a uma falha no acondicionamento do material colhido, o resultado da nova testagem saiu apenas na manhã deste domingo (9) dia do jogo contra o São Paulo.


Assim que soube do resultado positivo, a diretoria do Goiás entrou com um pedido de adiamento da partida no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o clube alegou que seria esportivamente como uma coisa descabida. A decisão demorou, tanto que os jogadores do São Paulo chegaram a entrar em campo quando foram informados pela equipe de arbitragem que não aconteceria mais a partida.


O Goiás teve que recorrer com urgência com a liminar de suspensão no STJD, após um apagão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que demorou para tomar uma atitude diante da realidade de contaminação de 10 jogadores de um dos clubes que disputam o principal torneio de futebol do país.


A CBF ainda não se posicionou sobre o ocorrido e deverá divulgar uma nova data para a partida contra o São Paulo e para os próximos jogos do Goiás, uma vez que os jogadores serão colocados em quarentena, o que vai provocar desfalque no elenco de titulares. A equipe informou que vai testar todos os seus jogadores novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial