Bolsonaro tem 15 dias para pagar multa e honorários de advogado ao ex-deputado federal Jean Wyllys, decisão da Justiça do RJ não cabe mais recurso

Bolsonaro processou Jean Wyllys em 2017 e pedia R$ 22 mil reais de indenização, mas a ação foi não foi dada como procedente pela Justiça. (Fotos: Gustavo Lima e Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O presidente Jair Bolsonaro tem 15 dias para pagar multa de R$ 2,6 mil ao ex-deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) e ao seu advogado Lucas Mourão. A decisão foi do juiz da 47ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Leonardo de Castro Gomes.


A decisão que não cabe mais recurso, passa a vigorar assim que o presidente Bolsonaro for notificado. Os valores se referem a perda de processo aberto por Bolsonaro contra Jean Wyllys em 2017, na ação Bolsonaro pedia indenização de R$ 22 mil reais por danos morais. Bolsonaro, que na época era deputado federal, alegou na ação que Wyllys o teria chamado de boquirroto, fascista e nepotista.


Como a Justiça não considerou a ação de Bolsonaro como procedente, o agora presidente da República, foi condenado a pagar ao ex-deputado multa referentes aos embargos apresentados por ele e mais 10% do valor da causa a título de honorários, ao advogado de Jean.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial