08 junho 2021

Natal não está impedida de avançar na vacinação, o que falta é gestão do prefeito Álvaro Dias que cria mentiras para esconder sua incompetência



A gestão do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), mente e transfere responsabilidades para a Justiça, leia-se, Ministérios Públicos Estadual, Federal, Trabalho e Defensoria na busca de eximir a sua incompetência e má gestão na vacinação contra a COVID-19 na capital potiguar, que por sinal é a única capital do país que estacionou na aplicação dos imunizantes, mesmo dispondo de quase 50 mil doses (43 mil de Oxford/AstraZeneca e 6 mil da Pfizer) em estoque, como afirmado pelo secretário de Saúde, George Antunes, durante entrevista ao 'Bom Dia RN' da InterTV Cabugi.

O município culpa a Justiça de impedir que os imunizantes sejam aplicados, afirmação desmentida em conjunto pelos MPs. A decisão tomada no início da vacinação foi para evitar fura-filas, uma vez que a Prefeitura na busca de agradar setores decidiu vacinar profissionais da saúde que não estavam na linha de frente do combate ao coronavírus e portadores da síndrome de down, que só deveriam ser imunizados mais a frente como determina o Programa Nacional de Imunização (PNI).

Além de jogar a culpa e criar uma retórica mentirosa e colocar a opinião pública contra o Ministério Público, a gestão Álvaro Dias destorce a verdade num ataque à gestão da governadora Fátima Bezerra (PT), uma vez que o prefeito tem pretensões de disputar o Governo do Estado em 2022. Em nota, a Prefeitura do Natal culpa o Governo do Rio Grande do Norte pela escassez de vacinas, mas como é de conhecimento geral, se há falta de vacinas o grande culpado é o Governo Federal na pessoa do presidente Jair Bolsonaro, de quem o prefeito é simpatizante e replicador de teorias como do tratamento precoce da COVID com medicamentos sem eficácia, como a Ivermectina, amplamente divulgado pelo prefeito e distribuído a luz do dia em Centros COVID e Hospitais de Campanha administrados pelo município e que atualmente os gastos com esse e outros medicamentos ineficazes estão sob investigação justamente pelo Ministério Público, atacado por Álvaro Dias.

A única verdade que há em Natal, é que temos quase 50 mil doses estocadas e uma administração que não faz a vacinação avançar para o público economicamente ativo, um massacre visto diariamente nos telejornais, sites e blogues. O prefeito perde muito tempo criando mentiras e jogando a culpa em quem vem fazendo a sua parte, enquanto o único culpado é a sua falta de gestão, trabalhar para avançar na vacinação da população é o mínimo que esperamos de um gestor, que por cima, é médico, o que parece não valer de nada, trabalhe prefeito, o senhor foi eleito para servir a todos nós, incluindo quem não votou no senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br