04 junho 2021

Anvisa aprova a importação e o uso emergencial das vacinas Sputnik V e Covaxin

Sputnik V foi adquirida pelo Consórcio de Governadores do Nordeste, serão 37 milhões de doses integradas ao PNI. (Foto: Reprodução/Business-Standard)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (4), a importação e o uso emergencial das vacinas Sputnik V (Rússia) e Covaxin (Índia). Ambos os imunizantes já tinham tido o seu uso e importação reprovados na reunião passada dos diretores da agência reguladora de medicamentos do país, mas após a apresentação mais documentos, no caso do imunizante russo, o pedido pôde ser atendido dessa vez.

A Sputnik V foi desenvolvida pelo Instituto Gamaleya e pelo Fundo Soberano Russo, no Brasil será produzida pela União Química. 37 milhões de doses já foram adquiridas pelo Consórcio de Governadores do Nordeste e serão integrados ao PNI (Programa Nacional de Imunização), o Governo Federal vai ressarcir os Estados.

Já o imunizante indiano Covaxin, do laboratório Bharat Biotech, teve o seu pedido de uso emergencial e de importação solicitado pelo Governo Federal, que já contratou 20 milhões de doses do imunizante, a entrega dependia apenas da aprovação da Anvisa.

A Anvisa já autorizou o uso emergencial da CoronaVac (Instituto Butantan) e da Janssen (Johnson & Johnson) e da Pfizer/BioNTech e Oxford/AstraZeneca, ambas receberam o registro definitivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br