05 março 2021

Governadora atende recomendação do comitê científico e anuncia toque de recolher das 20h às 6h de segunda à sábado e integral aos domingos

A governadora Fátima Bezerra reuniu a imprensa e se mostrou aflita com o descontrole na propagação do coronavírus no Estado. (Foto: ASSECOM-RN)    

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) anunciou no começo da tarde desta sexta-feira (5) medidas ainda mais rígidas para conter o avanço sem controle da pandemia de coronavírus no Estado, que já provocou o colapso das redes pública e privada da saúde, levando a lotação completa de leitos críticos de UTI e uma lista de espera de pacientes que a casa dia cresce, como os números de mortos e infectados.

As novas medidas seguem recomendação do comitê científico estadual e será publicado em novo decreto que deve sair na edição de hoje e já entra em vigor a partir deste sábado (6). Entre as ações adotadas estão a ampliação do toque de recolher anunciado na semana passada, a restrição de pessoas nas ruas dos municípios do Estado deixará de ser das 22h às 5h, passando a vigorar das 20h à 6h da manhã do dia seguinte de segunda à sábado e de forma integral, ou seja, durante todo o dia e noite do domingo.

De acordo com a governadora, durante a vigência do toque de recolher, só serão permitidas a ida de pessoas à serviços essenciais como farmácias, hospitais, supermercados e feiras para a garantia de alimentação, entre outros.

O blog apurou junto ao Governo do Estado, que todos os detalhes sobre as novas regras restritivas serão tornadas públicas ainda nesta sexta-feira, após a publicação do decreto no Diário Oficial do Estado (DOE), o que deve ocorrer até o início da noite.

Sobre aulas presenciais, cultos e missas em igrejas e outros eventos religiosos, seguirão suspensos como já publicado em decreto anterior. A governadora destacou ainda, que entrou em contato com os prefeitos Álvaro Dias (PSDB) de Natal e Allyson Bezerra (Solidariedade) de Mossoró, na busca de sensibilizar os dois gestores das maiores cidade do Estado, ao apoio das medidas anunciadas hoje, uma vez que a capital do Estado e a capital do Oeste, divergiram politicamente do último decreto do Governo do Estado, o que tem dificultado o avanço das medidas. Inclusive Natal e Mossoró são as duas cidades com o maior número de infectados no Estado e os que apresentam o pior quadro com os leitos 100% ocupados.

Atualmente o RN está com 94% de todos os leitos COVID, ocupados. O Governo do Estado anunciou a abertura de novos leitos nos próximos dias, mas só abrir leitos não é o caminho para estabilizar a taxa de transmissibilidade, uma vez que as vacinas disponibilizadas pelo Governo Federal são pouco e a vacinação caminha a passos de tartaruga em todo o país. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br