12 de jan. de 2021

Testes negativos de coronavírus passam a ser exigidos à estrangeiros que entram nos EUA



A partir do próximo dia 26 de janeiro, todos os estrangeiros que queiram entrar nos Estados Unidos, terão que apresentar testes negativos para a COVID-19. Os testes precisam ser realizados três dias antes da viagem.

De acordo com determinação do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), publicada nesta terça-feira (12), os estrangeiros que apresentarem documentação comprovando a recuperação da doença também serão aceitos na imigração.

Na busca de frear a disseminação do coronavírus, que atualmente tem matado mais de 3 mil pessoas por dia nos EUA, o CDC orienta aos estrangeiros uma série de recomendações como a repetição dos testes de 3 a 5 dias após a chegado no país, além de uma quarentena de 7 dias após a viagem.

Os testes com resultado negativo ou a documentação que comprovem a recuperação da doença, devem ser confirmados pelas companhias aéreas antes do embarque. Os passageiros que não apresentarem ou se negarem a apresentar os testes ou documentação que comprove a recuperação da COVID-19, devem ter seu embarque negado pelas companhias.

Como os passageiros com origem no Brasil estão proibidos de entrar nos Estados Unidos, devido o descontrole na contaminação do coronavírus, a nova medida do CDC não interfere.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *