No Rio, polícia prende agressor da modelo trans Alice Felis

Alice Felis teve o maxilar, nariz e vários dentes quebrados pelas agressões de Lucas Brito Marques. (Foto: Reprodução/TV Globo)


Lucas Brito Marques, 24 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (20) acusado de agredir brutalmente a modelo trans Alice Feliz, 25 anos, durante encontro no apartamento da modelo. As agressões ocorreram na madrugada do domingo (16) após a modelo ter conhecido o agressor em um bar.

Lucas Brito foi reconhecido pela modelo, que esteve na 13ª Delegacia de Polícia de Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro. "Estou aliviada com a prisão dele, mas ainda estou muito assustada e com medo. Entrei em choque quando o vi", disse a modelo à jornalistas na porta da delegacia.

Alice chegou à DP por volta das 10h da manhã de hoje, acompanhada de sua advogada, Fêh Oliveira, onde permaneceu por volta de uma hora. A modelo teve o maxilar, nariz e vários dentes quebrados com as agressões de Lucas, que também tentou esfaqueá-la. Após as agressões, Alice procurou atendimento médico no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, ela terá que passar por vários procedimentos médicos.

Lucas Brito Marques, 24 anos, tem mais de 20 anotações na polícia por tráfico de drogas, roubo, homicídio e porte de arma. (Foto: Divulgação)

O agressor Lucas Brito Marques, é casado, e foi preso após uma negociação da delegada da 13ª DP, Bianca Rodrigues Xavier Lima, com familiares dele. A prisão se deu em um dos acessos ao Morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana.

De acordo com a advogada de Alice Felis, Lucas é conhecido por aplicar golpes em travestis e transexuais e possui mais de 20 anotações na polícia por crimes como tráfico de drogas, homicídio, roubo e porte de arma. Ele será autuado por tentativa de latrocínio, roubo seguido de morte e foi classificado pela polícia como extremamente perigoso.

Alice Felis é natural do Espírito Santo, e mora no Rio de Janeiro há 5 anos. A modelo ganhou o apoio de várias pessoas e celebridades como o Youtuber Felipe Neto, das cantoras Marília Mendonça, Pabblo Vittar e Preta Gil. Uma campanha de vaquinha virtual foi aberta assim que o caso ganhou repercussão nacional, inicialmente a campanha tinha o objetivo de arrecadar R$ 60 mil reais e já passa dos R$ 160 mil com a participação de mais de 3 mil pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial