Após votação interna, diretório municipal do PT define o nome do senador Jean Paul Prates como pré-candidato à prefeito de Natal

Senador Jean Paul Prates disputou a preferência do diretório municipal do PT contra o médico infectologista Alexandre Motta. (Foto: Alessandro Dantas)

Em sábado (1º) de votação interna, o diretório municipal do PT (Partido dos Trabalhadores) definiu o nome do senador Jean Paul Prates como pré-candidato à Prefeitura do Natal. Prates obteve 28 votos e disputou a vaga com o médico infectologista Alexandre Motta, que obteve apenas 10 votos.

Formado em direito e economia, com mestrado em gestão ambiental pela Universidade da Pensilvânia (EUA) e em economia da energia, pela Escola Superior de Petróleo, Energia e Motores da França, Jean Paul Prates, é natural do Rio de Janeiro, tem 52 anos e se tornou senador após Fátima Bezerra vencer a eleição de 2018 e se tornar governadora do Estado, Prates era seu suplente no Senado Federal.

Jean Paul Prates já foi secretário de Estado de Energias e Assuntos Internacionais do Rio Grande do Norte na gestão Wilma de Faria (PSB), presidiu o Sindicato das Empresas de Energia do Rio Grande do Norte e o Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia e atuou na regulação dos setores de petróleo, energia renovável, biocombustíveis e infraestrutura nos governos Fernando Henrique Cardoso e Lula.

Com a definição, essa será a primeira vez que Jean Paul Prates será testado nas urnas, sua indicação veio da direção do partido, que defendia a candidatura da deputada federal Natália Bonavides, que declinou da investida. Bonavides apoiou a indicação de Alexandre Motta, que recebeu os votos da corrente Articulação de Esquerda (AE), que é comandada pela deputada.

O senador Jean Paul Prates se manifestou em uma série de posts em sua conta oficial no Twitter, em uma das postagens, o agora pré-candidato à prefeito de Natal agradeceu a escolha. "É uma honra ter a oportunidade de representar o partido na disputa por um cargo tão importante", escreveu.

Veja abaixo a sequência feita pelo senador Jean Paul Prates em seu Twitter:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial