Confira o calendário divulgado pelo Governo Federal para pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial

A portaria com as datas trouxe novidades nas formas de saque e uso da conta poupança digital. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O Governo Federal liberou o calendário do pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial, as datas foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (15). O cronograma começa a partir de segunda-feira (18) e seguirá até 13 de junho. 

O calendário da segunda parcela também vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. O governo não informou quando vai pagar a segunda parcela para quem receber a primeira depois desta data.

Foram definidos três calendários (veja cada um deles no final dessa reportagem), são eles:
  • um para recebimento em poupança social
  • um para saque em espécie para beneficiários do Bolsa Família
  • um para saque em espécie para poupança social e transferência de recursos
Mudanças nas formas de recebimento e de uso da poupança social

Além da divulgação das novas datas, a portaria que definiu o calendário também alterou a forma de recebimento dos recursos pelos dos trabalhadores da segunda parcela, diferentemente do que ocorreu com a primeira, a segunda parcela será depositada na poupança digital da Caixa para todos os beneficiados e cadastrados através do site e aplicativo.

Com a mudança, os recursos serão usados, inicialmente, apenas digitalmente (para pagamentos de contas, boletos e compras por meio de cartão de débito virtual).

A partir de 30 de maio (de acordo com o calendário divulgado), a Caixa começa a liberar saques e transferências a partir dessas contas. Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela em outra conta, o dinheiro que ainda estiver na poupança digital será transferido automaticamente nas datas desse mesmo calendário.

De acordo com a portaria, os trabalhadores não poderão transferir os recursos da segunda parcela do Auxílio Emergencial depositados em conta poupança digital da Caixa.

Na primeira parcela, a Caixa informou que com o aplicativo Caixa TEM, por meio do qual o trabalhador movimenta os recursos da poupança digital, era possível efetuar transferências ilimitadas entre contas da Caixa ou realizar gratuitamente até três transferências para outros bancos a cada mês, pelos próximos 90 dias. Além disso, poderia pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras.

A partir dessa segunda parcela e com o que foi publicado na portaria do governo, os recursos "estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual." As transferências serão liberadas nas mesmas datas dos saques. 

Veja os calendários abaixo:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial