17 abril 2018

STF decide hoje se torna Aécio Neves réu por corrupção e obstrução de Justiça

Aécio se diz vítima de armação da PGR e de Joesley Batista. (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
O destino judicial do senador Aécio Neves (PSDB-MG) será decidido hoje (17) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que decide se recebe denúncia contra o senador e o torna réu por corrupção e obstrução de Justiça.

A decisão caberá aos ministros que integram a Primeira Turma do STF, que é composta pelos ministros: Marco Aurélio Mello (relator do caso), Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Alexandre de Moraes e Rosa Weber.

A sessão está marcada para acontecer às 14h, mas não será transmitida pela TV Justiça, uma vez que as sessões das turmas do Supremo só podem ser acompanhadas de dentro do próprio STF.

Aécio é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da J&F, em troca de favores políticos; e também de tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato.

Além do senador tucano, são acusados pela PGR a sua irmã, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB-MG), todos pelo crime de corrupção.

De acordo com a denúncia da PGR, Andréa Neves, teria pedido o dinheiro a Joesley e os outros dois (o primo e o assessor de Parrela) teriam recebido e guardado quatro parcelas de R$ 500 mil em espécie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br