6 de abr. de 2018

Prédio onde mora Cármen Lúcia sofre ataques atribuídos à petistas

Tinta vermelha foi jogada na fachada do prédio onde mora a presidente do STF, Cármen Lúcia. (Foto: Reprodução)
O prédio onde mora a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, foi atacado nesta sexta-feira (6). Os ataques foram atribuídos à petistas.

De acordo com informações, militantes do PT chegaram em três ônibus que pararam em frente ao prédio onde Cármen Lúcia mora em Belo Horizonte e arremessaram contra a fachada do prédio tinta vermelha, como podemos observar na imagem acima.

O ataque teria acontecido por volta das 16h30 e durou cerca de dez minutos, assustando quem passava no local e vizinhos no entorno do prédio. Cármen Lúcia desempatou a sessão do STF que jugou o habeas corpus do ex-presidente Lula (PT), com seu voto, o habeas corpus foi negado e poucas horas depois o juiz federal Sérgio Moro, decretou a prisão do ex-presidente.

A prisão de Lula, deveria ter acontecido até às 17h de hoje, porém o ex-presidente não se entregou espontaneamente. A prisão ficou para amanhã (7), após um acordo entre os advogados de Lula e o comando da Polícia Federal.

Cármen Lúcia não estava no local e o caso será investigado pela polícia, que esteve no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br