Taison é expulso por reagir a insultos racistas em jogo do Campeonato Ucraniano

Momento em que Taison se revolta com ofensas racistas da torcida do Dínamo Kiev e mostra o dedo do meio aos racistas. (Foto: Reprodução)
Os brasileiros Taison e Dentinho, jogadores do Shakhtar Donestk se revoltaram contra a torcida do Dínamo Kiev, neste domingo (10), pelo Campeonato Ucraniano. Os jogadores sofreram ofensas racistas.

Taison e Dentinho, que no Brasil defenderam o Internacional e o Corinthians, ficaram revoltados com as ofensas, e Taison que chegou a chutar uma bola em direção aos agressores racistas e a mostrar o dedo do meio em direção dos mesmos, acabou sendo expulso pelo juiz. Com a expulsão, o atacante brasileiro deixou o campo chorando.

Em campo, os jogadores do Dínamo Kiev deram apoio aos jogadores adversários, demonstrando não compactuarem com o ato de extremo racismo de sua torcida. O encerramento da partida chegou a ser cogitado, mas houve apenas uma paralisação, sendo reiniciada minutos depois.

No Brasil, Corinthians e Internacional usaram suas redes sociais para dar apoio aos seus ex-jogadores. O Shakhtar também se pronunciou através de um post no Twitter. "Vocês são os melhores! Estamos com vocês! #RacismoNão", escreveu com uma foto dos dois brasileiros.

Os brasileiros Dodô, Ismaily, Marcos Antonio, Maycon e Tetê, além do naturalizado ucraniano Júnior Moraes, estiveram em campo. O Shakhtar venceu por 1 a 0 e disparou ainda mais na liderança do Ucraniano.

Assista ao vídeo abaixo: 



Ver essa foto no Instagram

Taison é expulso por reagir a insultos racistas em jogo do Campeonato Ucraniano | Os brasileiros Taison e Dentinho, jogadores do Shakhtar Donestk se revoltaram contra a torcida do Dínamo Kiev, neste domingo (10), pelo Campeonato Ucraniano. Os jogadores sofreram ofensas racistas. Taison e Dentinho, que no Brasil defenderam o Internacional e o Corinthians, ficaram revoltados com as ofensas, e Taison que chegou a chutar uma bola em direção aos agressores racistas e a mostrar o dedo do meio em direção dos mesmos, acabou sendo expulso pelo juiz. Com a expulsão, o atacante brasileiro deixou o campo chorando. Em campo, os jogadores do Dínamo Kiev deram apoio aos jogadores adversários, demonstrando não compactuarem com o ato de extremo racismo de sua torcida. O encerramento da partida chegou a ser cogitado, mas houve apenas uma paralisação, sendo reiniciada minutos depois. No Brasil, Corinthians e Internacional usaram suas redes sociais para dar apoio aos seus ex-jogadores. O Shakhtar também se pronunciou através de um post no Twitter. "Vocês são os melhores! Estamos com vocês! #RacismoNão", escreveu com uma foto dos dois brasileiros. Os brasileiros Dodô, Ismaily, Marcos Antonio, Maycon e Tetê, além do naturalizado ucraniano Júnior Moraes, estiveram em campo. O Shakhtar venceu por 1 a 0 e disparou ainda mais na liderança do Ucraniano. 🎥 TV Ucraniana 🖥 Acesse nosso site (link na bio) #BlogRodrigoKlyngerr #Jornalismo #Mundo #Esportes #Racismo #Taison #Dentinho #Futebol #Ucrânia #Blogger #SeÉNotíciaVocêEncontraAqui
Uma publicação compartilhada por Blog Rodrigo Klyngerr (@blogrodrigoklyngerr) em

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial