Após incêndio, Ninho do Urubu passa por vistoria do Corpo de Bombeiros, Prefeitura e outras autoridades

Chegada de representantes do Corpo de Bombeiros ao Ninho do Urubu, CT do Flamengo. (Foto: Fernanda Rouvenat/G1)
O Centro de Treinamento do Flamengo, popularmente conhecido por "Ninho do Urubu", passou durante a manhã desta terça-feira (12) por uma série de vistorias realizadas em conjunto pelo Corpo de Bombeiros, Prefeitura do Rio, Ministério do Trabalho e Polícia Civil.

A vistoria aconteceu quatro dias após o incêndio no alojamento da equipe de base do clube e que acabou com a morte de 10 jogadores da base entre 14 e 16 anos, e outros 3 feridos. De acordo com informações apuradas pelo blog, a vistoria serviu também para autoridades apurar se ocorreram irregularidades e definir uma possível interdição do local.

Funcionários do Flamengo devem ser interrogados na 42ª DP, no Recreio, responsável pelas investigações do caso. Devem depôr o gerente de patrimônio do clube e outros três profissionais, que não tiveram seus nomes revelados. A polícia espera que com os depoimentos fique esclarecido quais equipes prestavam serviços no CT, bem como eram as condições das instalações no Ninho do Urubu.

Os depoimentos dos responsáveis pela empresa que construiu os módulos onde as vítimas dormiam e morreram, também é esperado pela equipe da 42ª DP. Após a vistoria, nenhuma das autoridades deram declarações à imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial