Transexualidade é retirada da lista de doenças mentais pela OMS e passa a figurar como saúde sexual



A Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a transexualidade da lista de doenças mentais. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (18), na divulgação da 11ª Classificação Internacional de Doenças (CID), porém, a transexualidade continua presente na CID, mas agora em uma nova categoria, denominada "saúde sexual".

Com isso, ela foi retirada da categoria de "distúrbios mentais". Essa medida esvazia justificativas de quem se propunha a curá-la ou a tratá-la, num desrespeito à diversidade sexual dos seres humanos.

A partir de 1º de janeiro de 2022, uma nova versão e mais fácil de ser implementada entrará em vigor, segundo a OMS que é a agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial