25 março 2021

Antecipação do 13º de aposentados e pensionistas do INSS é confirmada por Paulo Guedes, antecipação depende apenas da aprovação do Orçamento pelo Congresso

Antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS foi aplicada no início da pandemia em 2020 e será novamente utilizada com a explosão da doença em 2021. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta quinta-feira (25) que o Governo Federal vai antecipar o pagamento do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) como medida de ajuda aos mais pobres atingidos pela pandemia do coronavírus, a medida foi aplicada em 2020.

A antecipação depende somente da aprovação do Orçamento federal pelo Congresso Nacional (Senado e Câmara dos Deputados). Segundo Guedes, assim que aprovado a medida será liberada imediatamente, "serão R$ 50 bilhões de reais antecipados de dezembro para agora", disse o ministro.

Paulo Guedes destacou ainda, que a antecipação dos benefícios não causará impacto fiscal nas contas do governo, uma vez que se trata de uma antecipação de recursos já previstos. Além da antecipação do 13º, Guedes afirmou que o Governo Federal vai adiar o pagamento de impostos federais como medida de auxílio à empresários de pequeno e médio portes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

+ LIDAS

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br