16 de abr. de 2018

Manifestantes desocupam triplex que levou Lula para prisão

Faixas foram esticadas pelos manifestantes do MTST e da Frente Povo Sem Medo que ocuparam triplex atribuído à Lula. (Foto: G1 Santos)
Um grupo com cerca de 50 manifestantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e da Frente Povo Sem Medo, invadiram o triplex no edifício Solaris no Guarujá, litoral paulista e que levou o ex-presidente Lula (PT) para a prisão.

Segundo informações da Polícia Militar, o portão do estacionamento foi quebrado pelos manifestantes, que pularam as grades e assim entraram no prédio. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Sede da cidade, uma vez que houve danos ao prédio.

A invasão foi pacifica e durou aproximadamente quatro horas. Um acordo foi feito entre os manifestantes e a PM. A desocupação do triplex ocorreu por volta do meio-dia, assim como a saída dos manifestantes da frente do prédio.

O apartamento triplex levou a condenação do ex-presidente Lula por 12 anos e 1 mês de prisão, que teve início há 10 dias, quando Lula se entregou à Polícia Federal, após a decretação de sua prisão pelo juiz Sérgio Moro, que também foi o responsável por sua condenação em primeira instância.

O imóvel foi colocado à leilão por determinação de Moro. O leilão está previsto para acontecer nos dias 15 e 22 de maio com lances pela internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

CONTATOS

Sede: Rua Tarauca, 240 – Conjunto Santarém – Potengi – Natal – RN – Cep. 59124-550

Redação e Comercial: (84) 98177-1709 - contato@rodrigoklyngerr.com.br