Assassino de fisiculturista paulista morta em Natal é condenado a 13 anos de prisão

Alexandre Furtado Paes foi condenado quase 6 anos após matar a esposa em hotel de Natal. (Foto: InterTV Cabugi/Reprodução)
Alexandre Furtado Paes foi condenado a 13 anos de prisão pelo assassinato de sua esposa, a fisiculturista paulista, Fabiana Caggiano, morta em dezembro de 2012 dentro de um hotel, em Natal.

O julgamento durou 11 horas e aconteceu no Fórum Miguel Seabra Fagundes, Zona Sul da capital potiguar. Fabiana e Alexandre passavam férias em Natal, quando a fisiculturista foi encontrada morta no quarto do hotel em que o casal estava hospedado.

Apesar de negar o crime, as provas e o laudo emitido pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) comprovaram que Alexandre matou a esposa esganadura no pescoço.

Após o crime, Alexandre que é empresário, fugiu de Natal e passou dois anos como fugitivo da polícia. Em novembro de 2015, ele foi preso na cidade de Ibiúna, em São Paulo e conduzido ao Rio Grande do Norte, onde permaneceu preso no Centro de Detenção Provisória de Parnamirim, na Grande Natal, até o dia de sua condenação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial