Governo do RN alerta população sobre complicações que podem atingir crianças e jovens até 19 anos no pós-infecção da COVID-19


A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) fez nesta sexta-feira, 31, alerta à população e aos integrantes dos serviços de saúde para a ocorrência de complicações pós-infecção por Covid-19 entre crianças e jovens de 0 a 19 anos de idade. Segundo a Subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, estas complicações foram objeto de nota de alerta emitida pelo Ministério da Saúde.

"A Covid-19 é uma doença nova e ainda em investigação. Há agora uma preocupação dos Governo Estadual e Federal para a síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica associada à Covid", informou Alessandra. A síndrome pode acometer crianças e jovens de zero a 19 anos de idade com marcadores inflamatórios, febre e complicações cardíacas após infecção pelo novo coronavírus.

"Portanto, a população deve ficar atenta a sintomas como febre persistente, acima de três dias de duração. Nestes casos, os pais devem procurar atendimento médico. Já temos casos diagnosticados no Rio Grande do Norte que foram atendidos no Hospital Maria Alice Fernandes, em Natal. Foram dez crianças; nove receberam alta e uma está sob acompanhamento" informou a subcoordenadora.

Alessandra explicou que a vigilância deve ir além deste momento porque a convivência com o vírus terá um tempo maior. "Os casos estão sendo notificados e a Sesap está elaborando os protocolos clínicos para orientação à população, profissionais de saúde e municípios", declarou.

Alessandra Luchesi ainda reforçou que é necessário continuar a articulação dos municípios com o Estado, que estes enviem informações com agilidade e efetividade à Sesap. "Isto é fundamental para mantermos o controle e a tendência de redução e para permitir à gestão estadual uma ação rápida nas situações que ameacem a tendência de queda nos novos casos. As medidas de higiene pessoal como desinfectar o celular, lavar as mãos, usar máscara e evitar aglomerações continuam a ser imprescindíveis para vencermos a pandemia", lembrou.

Atualização de dados

50.416 casos confirmados

1.777 mortes confirmadas

185 óbitos em investigação

Taxa geral de ocupação de leitos - 63%

Ocupação de leitos por regiões:

80% - Mossoró

33% - Pau dos Ferros

40% - João Câmara

76% - Seridó

100% - São José de Mipibu

59% - Natal
 
227 pacientes internados em leitos críticos

205 pacientes internados em leitos clínicos

4 pacientes na fila por leito crítico

7 pacientes aguardando transporte sanitário

Taxa de isolamento social - 38,9%

Inspeções previnem contaminação no ambiente de trabalho

Reforçando o combate à pandemia da Covid-19, o Governo do RN lançou hoje o dia D em inspeção de ambientes de trabalho. Por meio do Centro Estadual de Referência de Saúde do Trabalhador (Cerest) da Sesap serão realizadas ações em 68 municípios para proteger as diversas categorias de trabalhadores.  "As inspeções começam hoje na região Metropolitana de Natal e visam promover segurança nos locais de trabalho dentro dos programas Pacto Pela Vida e RN Mais Saudável", afirmou Kelly Lima, subcoordenadora do Cerest.

O Centro também faz o acompanhamento dos profissionais de saúde acometidos pela Covid no RN. Em todo o Estado, foram infectados 5.041 trabalhadores da área da Saúde, o que representa 10% do total de profissionais. Técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos são os mais atingidos. No RN houve 28 óbitos nestas categorias, sendo 4 aposentados, 3 que trabalhavam em unidades da rede privada de Saúde, 10 em redes municipais, 2 nas redes privada e municipal, 7 trabalhavam no Estado e no Município, 1 na rede estadual e 1 na rede federal.

Fiscalização reforçada para evitar aglomerações no litoral

O apoio à fiscalização no litoral também foi abordado na coletiva de imprensa pelo secretário estadual de Segurança, Coronel Francisco Araújo. Ele lembrou que a governadora Fátima Bezerra voltou a se reunir nesta quinta-feira, 30, com os prefeitos dos 23 municípios do litoral do RN e que no encontro foi reafirmada a disponibilidade das forças de segurança do Estado - policias civil e militar e Corpo de Bombeiros - para acompanhar os agentes municipais na fiscalização para evitar aglomerações.

"O Governo reafirma o compromisso em apoiar os municípios no combate à Covid-19 de forma integrada", afirmou Araújo. Ele confirmou também que na praia de Pipa, no município de Tibau do Sul, e na praia de Camapum, em Macau, haverá reforço no policiamento para evitar as aglomerações que ocorreram no final de semana passado. "A partir de hoje estamos na orla marítima das cidades e nas cidades onde balneários, lagoas e açudes levam a aglomerações", declarou.




*Por: Assecom/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial