Ego de Bolsonaro demite Mandetta do Ministério da Saúde

Bolsonaro divergia de Mandetta sobre o isolamento social durante pandemia do coronavírus. (Foto: Carolina Antunes/PR)
Após semanas de muita fritura, o presidente Jair Bolsonaro, demitiu o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quinta-feira (16). A demissão foi confirmada pelo agora ex-ministro, através de uma postagem no Twitter. "Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde", abriu a sua conversa no microblog.

Mandetta agradeceu a oportunidade de ficar à frente do Ministério da Saúde e de gerir o SUS (Sistema Único de Saúde), além de destacar o planejamento no combate ao coronavírus. "Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar", escreveu.

Ao encerrar sua série de três tweets, Mandetta agradeceu a sua equipe e todos os que estiveram junto com ele no Ministério da Saúde, além de desejar êxito ao novo escolhido por Bolsonaro, Nelson Teich, seu sucessor no cargo. "Agradeço a toda a equipe que esteve comigo no MS e desejo êxito ao meu sucessor no cargo de ministro da Saúde. Rogo a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que abençoem muito o nosso país", encerrou.

Já demitido, Luiz Henrique Mandetta, participou de sua última entrevista coletiva para a apresentação dos dados atualizados sobre a COVID-19 no país. A demissão se concretizou uma semana após a ala militar do governo barrá-la, mas depois da entrevista exclusiva que Mandetta concedeu ao Fantástico, da TV Globo, emissora odiada pelo clã Bolsonaro, em que deixou evidente o jogo de atrapalhar que o presidente estava fazendo contra suas decisões no enfrentamento do coronavírus, especialmente sobre o isolamento social, o presidente ignorou pesquisas de opinião pública em que quase 80% da população se diziam contrários à demissão de Mandetta, e a decretou.

Veja abaixo os tweets de Luiz Henrique Mandetta sobre sua demissão:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial