Desdobramento da operação Quadro Negro leva o ex-governador Beto Richa para a prisão pela terceira vez

Essa foi a terceira vez que o ex-governador Beto Richa foi preso. (Foto: Pedro Serápio/Arquivo/Gazeta do Povo)
O ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), voltou a ser preso na manhã de hoje (19), em um desdobramento da operação Quadro Negro, que apura desvios e irregularidades em obras de escolas no Estado. A nova prisão é preventiva (por tempo indeterminado).

A ordem judicial foi cumprida por agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público estadual. Esta foi a terceira vez que Beto Richa foi preso. Além do ex-governador, também tiveram a prisão decretada Ezequias Moreira e Jorge Atherino, ligados a Richa.

Cinco mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça, três deles em Curitiba e os dois outros em casas de veraneio em Matinhos (PR) e Porto Belo (SC), todos os endereços ligados ao ex-governador.

A defesa de Richa afirmou que ainda não teve acesso aos autos e que só vai se pronunciar após tomar conhecimento desse novo desdobramento. Os advogados dos outros envolvidos também não se pronunciaram sobre as prisões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial