Jornalistas internacionais classificam discurso de Bolsonaro em Davos de "fiasco" e "grande fracasso"

Imprensa internacional repercute discurso de Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial, em Davos. (Foto: Markus Schreiber/AP)
A grande estreia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no Fórum Econômico Mundial, em Davos, onde discursou por seis minutos e foi sabatinado pelo economista Klaus Schwab, foi classificada como "fiasco" e "grande fracasso" por jornalistas dos maiores meios internacionais.

“Fiasco de Bolsonaro em Davos, incapaz de responder concretamente às questões de Klaus Schwab. 15 minutos de generalidades”, comentou Sylvie Kauffmann, diretora editorial e colunista do Le Monde e colaboradora do The New York Times.

Sylvie continuou sua visão sobre o discurso do presidente brasileiro. “Bolsonaro não combinou com a multidão de Davos. Um discurso de campanha curto, muito geral, depois evita dar respostas concretas às perguntas de Klaus Schwab. Definitivamente, nenhum aplauso de pé”.

Bolsonaro foi chamado de grande fracasso pelo jornalista do The Washington Post, Heather Long. “O presidente brasileiro Bolsonaro falou por menos de 15 minutos. Grande fracasso. Ele tinha o mundo inteiro assistindo e sua melhor linha era dizer às pessoas para irem de férias ao Brasil", disse.

As agências internacionais de notícias, também repercutiram o discurso de Bolsonaro. A Reuters, estampou chamada afirmando que o presidente brasileiro "jogou fora o tapete de boas vindas para grandes empresas e grandes investidores em Davos”.

Para o jornal Financial Times, Bolsonaro tentou tranquilizar os céticos, enquanto o jornal britânico The Guardian destacou que o discurso sobre o pró-negócios deixou ativistas do clima em alerta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial