Governo volta atrás e cancela adiamento do horário de verão que é mantido para o dia 4 de novembro



O Governo Federal voltou atrás e decidiu cancelar o adiamento do início do horário de verão e mantê-lo para o dia 4 de novembro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, que havia adiado esse início para o dia 18 de novembro atendendo um pedido do Ministério da Educação, que argumentou seu pedido se baseando na aplicação das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o que poderia atrapalhar os candidatos do exame.

Com a manutenção do início do horário de verão para 4 de novembro, os estados que serão afetados terão que adiantar os relógios em uma hora. Como o decreto que iria alterar o dia de início do horário de verão nem chegou a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e com isso não tem efeito, segundo informações da Casa Civil.

O horário de verão será mais curto, em dezembro de 2017, o presidente Michel Temer assinou um decreto encurtando a duração do horário, que começará oficialmente no dia 4 de novembro, antes esse horário começava no mês de outubro, e se encerrará no dia 17 de fevereiro de 2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial