Sequestro relâmpago em Natal termina com a morte do filho de 16 anos do ex-prefeito de Lajes, Benes Leocádio

Benes Leocádio com o filho, Benes Júnior, morto na tarde de hoje (15) após ser tomado como refém e ter ficado no fogo cruzado entre bandidos e policiais. (Foto: Reprodução/Facebook)
Um sequestro relâmpago no final da tarde de hoje (15), em Natal, terminou com a morte de Benes Júnior, 16 anos, filho do ex-prefeito de Lajes, Benes Leocádio.

Criminosos abordaram o adolescentes quando o mesmo foi buscar documentos dentro do carro do pai que estava estacionado na Avenida Romualdo Galvão, no Tirol. Os criminosos roubaram o carro, um Kia Sportage e levaram o adolescente como refém.

Após o sequestro seguido do roubo do carro, os criminosos circularam por aproximadamente uma hora, quando na Avenida Moema Tinoco, já na Zona Norte da capital, se depararam com policiais militares que perseguiram o veículo roubado.

Uma troca de tiros entre policiais e bandidos, acabou acertando Benes Júnior, que chegou a ser socorrido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Pajuçara, mas já chegou ao local sem vida. Um dos criminosos também foi atingido e morreu e um segundo foi preso e encaminhado à Delegacia de Flagrantes.

A conduta dos quatro policiais envolvidos na ação será analisada por um inquérito e todos serão ouvidos ainda hoje, segundo informações do coronel Mendonça, comandante do policiamento Metropolitano.

O ex-prefeito Benes Leocádio, que é candidato à deputado federal, chegou a ser convidado pelo governador Robinson Faria (PSD), para compor sua chapa de reeleição como vice, mas recusou o convite, ainda não se pronunciou sobre o acontecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial