"Não serei o último pai a passar por essa situação de ver o filho vítima da violência", diz Benes Leocádio antes do sepultamento do filho



O sepultamento do corpo de Luiz Benes Leocádio Júnior, 16 anos, filho do ex-prefeito de Lajes, Benes Leocádio, morto após tiroteio entre policias e outros dois menores infratores que o sequestraram no final da tarde do último dia 15, foi coberto de muita dor e comoção.

Centenas de pessoas acompanharam o sepultamento no cemitério de Lajes, que está em luto pelos próximos três dias, em decisão do prefeito do município. Antes do sepultamento, uma missa foi celebrada na Igreja Nossa Senhora da Conceição, onde o ex-prefeito e pai de Benes Júnior, falou pela primeira vez. "Não serei o último pai a passar por essa situação de ver o filho vítima da violência", revelou.

"Aqui não tem um pai revoltado, nem amargurado. Aqui tem, sim, um pai sofrido com o coração sangrando", concluiu Benes Leocádio ao se despedir do filho. O sepultamento aconteceu no final da manhã de hoje (17) à pedido da família que aguardava a chegada de um irmão de Benes Júnior, que mora na Espanha.

Luciana Justino, mãe de Benes Júnior, veio de Pedra Preta, onde mora, e falou ao participar da missa. "Nós, como mãe, estamos sentindo a mesma dor que essa mãe está sentindo da perda do seu filho assim precoce. Ele era uma pessoa muito querida por todos daqui de Lajes e das cidades vizinhas", lembrou.

As investigações continuam para saber de qual arma saíram os tiros que tirou a vida de Benes Júnior. Os quatro policiais que estavam na ocorrência e trocaram tiros com os adolescentes, foram afastados dos serviços. Um dos sequestradores, Mateus da Silva Régis, 17 anos, morreu na troca de tiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial