Russo que virou amuleto do Brasil, vai acompanhar jogo da seleção contra a Bélgica

O encontro de Yuri Torski com o Canarinho Pistola em Kazan. (Foto: Reprodução/Twitter da CBF)
Ele está em Kazan, o russo Yuri Torski, 34 anos, que conquistou o coração dos torcedores brasileiros ao ser flagrado pelas câmeras da transmissão na partida contra o México, em que aparecia com um olhar de "botar medo" até em russo, ganhou as redes sociais e se transformou no amuleto da seleção brasileira na Copa do Mundo. 

Yuri, que trabalha no Centro Espacial de Samara (de onde são lançados os foguetes russos), é apaixonado pela Seleção Brasileira e só tinha o ingresso para assistir ao jogo contra o México, acabou convidado por uma patrocinadora da CBF para assistir à partida da seleção brasileira contra a Bélgica nesta sexta-feira (6), pelas quartas de final.

O russo mais brasileiro da história, se encontrou com o mascote da nossa seleção, o Canarinho Pistola, e o encontro foi devidamente registrado pela CBF, que divulgou um vídeo (veja abaixo), em que Yuri arrisca uns passos de samba com o Canarinho Pistola. 

Veja o vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial