Equipe da GloboNews é atacada com pedra durante reportagem ao vivo


Equipe da GloboNews é atacada com pedras durante cobertura ao vivo de uma operação policial na Rocinha. (Foto: Reprodução)
Uma equipe de reportagem da GloboNews foi atacada durante uma entrada ao vivo no Jornal da Globo News, na manhã de hoje (7). O ataque aconteceu durante a entrada ao vivo do repórter Edivaldo Dondossola, que cobria duas operações policiais que ocorrem no início da manhã dessa quinta-feira na Rocinha e também região de Jacarepaguá, zona oeste da capital fluminense.
Enquanto Dondossola dava detalhes das operações, uma van ainda não identificada passou no local e os ocupantes atiraram pedras contra a equipe. O cinegrafista Henrique Lima foi atingido na mão e o repórter, na perna, mas nenhum dos dois teve ferimentos graves.
No Twitter, a apresentadora e repórter Cecilia Flesch lamentou o ocorrido e desabafou sobre o ataque à imprensa.
"Não podemos admitir ataques a jornalistas dessa forma! Uma pedrada! Ser jornalista é não saber o que vai ser do seu dia. Você pode até fazer planos, mas tem que deixar todos avisados que os planos podem se tornar inexistentes", escreveu ela.
Edivaldo Dondossola, que sofreu o ataque, também comentou o episódio e revelou que, felizmente, não foi nada grave.
"Obrigado pela solidariedade de todos. Apesar do susto ao vivo, estamos bem. A pedra – atirada contra nossa equipe – acertou a mão do repórter cinematográfico Henrique Lima e a minha perna. Felizmente, nada grave. Mas não deixa de ser lamentável ver do que as pessoas são capazes", disse ele.

Confira abaixo os desabafos da apresentadora Cecília Flesch e do repórter atacado com pedradas Edivaldo Dondossola:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial