Em grave erro, juiz eleva em mais de dez mil vezes o valor do patrimônio de Marisa Letícia gerando fake news sobre a falecida esposa de Lula

Marisa Letícia teve investimentos elevados em mais de dez mil vezes por juiz de Comarca da Família em São Bernardo do Campo. (Foto: Ricardo Stuckert)
O juiz da 1ª Comarca de Família e Sucessões de São Bernardo do Campo (SP), Carlos Henrique André Lisbôa, acabou criando uma fake news contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao afirmar que a ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, falecida em 3 de fevereiro de 2017, teria um patrimônio em investimentos em certificados de depósito bancários (CDBs) R$ 256 milhões, um valor dez mil vezes superior ao valor real dos investimentos, R$ 26 mil reais, confirmados através de extrato bancário emitido pelo Bradesco.

Com o erro do juiz, a enxurrada de fake news tomou conta das redes sociais de adversários políticos do ex-presidente como os filhos do presidente Jair Bolsonaro, Carlos e Eduardo Bolsonaro, além da secretária da Cultura, Regina Duarte e outros membros do governo.

Ao tomar conhecimento do erro, os advogados do inventário de Marisa Letícia, responderam hoje (15) ao pedido de esclarecimento do juiz sobre o valor de investimentos em CDBs. "O juiz havia perguntado, em documento do dia 6 de abril, sobre o valor dos CDBs com uma suposição equivocada, confundindo o valor unitário de cada certificado com o valor unitário de debêntures de outra natureza, gerando um valor estimado muito acima do valor real dos CDBs de Dona Marisa, que correspondem a pouco mais de 26 mil reais", esclareceram os advogados de Marisa Letícia através de nota.

Por meio de sua conta oficial no Twitter, o ex-presidente Lula, acusou Carlos e Eduardo Bolsonaro e Regina Duarte, além da rádio Jovem Pan, de espalharem fake news e de usar a mentira para denegrir a imagem de sua falecida esposa e de uso político para atingir a sua honra. "Como não temos nada a esconder, fomos até o Bradesco buscar as informações. O próprio banco deveria ter desmentido. Vale tudo contra o Lula. O que eles não sabem é a minha capacidade de resistência. Quero morrer com a mesma dignidade que nasci e por isso que estou brigando tanto", escreveu Lula ao compartilhar a notícia da entrega do extrato bancário ao juiz do caso.

O juiz da 1ª Comarca de Família e Sucessões de São Bernardo do Campo (SP), Carlos Henrique André Lisbôa, ainda não se pronunciou sobre o erro cometido por ele, bem como os filhos de Bolsonaro e Regina Duarte, ainda não se retrataram pela mentira compartilhada por eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial