Retenção de macas no Walfredo Gurgel volta a prejudicar serviço das ambulâncias do Samu Natal



A retenção de macas no maior hospital de urgência e emergência do Rio Grande do Norte, Monsenhor Walfredo Gurgel, volta a prejudicar o atendimento Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Natal.

Com a falta de leitos para os novos pacientes que chegam ao hospital, as macas ficam retidas dentro da unidade hospitalar e com isso as viaturas são obrigadas a ficar paradas no estacionamento, o que impede que as mesmas estejam nas ruas realizando resgates ou mesmo realizando o serviço de transferência de pacientes.

O problema que é bem antigo, não atinge apenas o serviço de ambulâncias da capital, há registro de retenção de ambulâncias do Samu Metropolitano, que atende cidades da Grande Natal e até ambulâncias de outras regiões do Estado.

Segundo apuração do nosso blog, até o final da tarde de ontem (10) das nove ambulâncias do Samu Natal, sete delas estavam paradas no pátio do hospital aguardando o retorno das macas para os veículos.

Ao blog, a Sesap (Secretaria de Estado da Saúde Pública) informou que a retenção das viaturas de ambulâncias do Samu Natal e Metropolitano, além das ambulâncias do interior, só ocorreu devido a falta de macas no Walfredo Gurgel, que se agravou devido ao feriadão da semana passada.

A Sesap afirmou ainda, que foi realizado um esquema especial das escalas de trabalho na unidade e com isso algumas cirurgias deixaram de ser realizadas, o que deixou pacientes aguardando nos leitos e com isso ocupando as macas. A greve dos médicos que durou uma semana, também gerou uma piora no serviço que deve ser normalizado até essa sexta-feira (11).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial