Jogando mal, Brasil fica no empate de 1 a 1 com o Panamá

Paquetá foi o autor do único gol brasileiro, primeiro dele com a camisa 10 da Seleção Brasileira. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
A Seleção Brasileira começou a sua temporada de 2019 amargando um empate em 1 a 1 com a fraca seleção do Panamá. O amistoso aconteceu neste sábado (23) no estádio do Dragão, no Porto, em Portugal.

A má atuação da Seleção deixou uma grande parte dos torcedores brasileiros que foram ao estádio, decepcionados. A decepção foi tamanha, que os jogadores saíram de campo sobre forte vaia da torcida, que esperava um começo de temporada melhor do que apresentado pelos comandados do técnico Tite, que na véspera do jogo se mostrou preocupado com o processo criativo dos jogadores.

O primeiro tempo mostrou um Brasil na retranca devido à um Panamá totalmente fechado e quase sem ânimo para o ataque. Foi preciso uma movimentação em campo dos brasileiros, colocando Fagner mais aberto e jogando Richarlison mais junto de Firmino, o que deixou Casemiro mais livre para receber e mais adiantado e assim cruzar para o Paquetá, autor do único gol brasileiro (aos 31 minutos) e primeiro dele com a camisa 10 da Seleção. Philippe Coutinho foi outra decepção em campo, uma vez que a Seleção não contava com Neymar, o jogador do Barcelona era o grande nome em campo, mas jogou muito mal e ficou abaixo da expectativa. E assim, aos 35 foi a vez do Panamá chegar ao gol de empate com o seu camisa 13, Adolfo Machado. Com o empate, o Brasil não decolava em campo.

A etapa final foi mais pobre em futebol do que o primeiro tempo. O Brasil só chegou ao travessão por duas vezes, uma com Richarlison e a outra com Casemiro. O técnico Tite decidiu substituir os dois melhores em campo Firmino e Paquetá, por Gabriel Jesus e Everton, que não melhoraram em nada o ataque. Coutinho que foi o pior, continuou até o final da partida, que quase teve uma marca histórica do Panamá, que com chute de Fajardo, quase conseguiu o gol da vitória inédita sobre o Brasil, que se mostrou desorganizado em campo e que não conseguiu imprimir uma pressão em um adversário teoricamente fraco, já que o Brasil em quatro jogos, tinha ganho todos e até então fez 16 gols e não tinha sofrido nenhum, o que mudou com esse quinto confronto entre as duas seleções.

Brasil e Panamá levou 39.410 torcedores ao estádio do Dragão, inclusive com a presença ilustre do jogador Neymar, que lesionado, assistiu tudo de um camarote. O próximo compromisso da Seleção Brasileira será na terça-feira (26), quando enfrentará a seleção da República Tcheca, em Praga, às 16h45 pelo horário de Brasília, em seu último amistoso antes da convocação para a Copa América, que será realizado no Brasil em junho. A lista dos 23 convocados por Tite, sairá na primeira quinzena de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial