Sérgio Cabral tem visitas e direito de ver TV suspensos em presídio no Rio após ser flagrado com quantia não permitida de dinheiro na cela

Quantia em dinheiro foi encontrada de posse do ex-governador do Rio de Janeiro na cela do presídio onde ele cumpre pena por corrupção. (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)
O ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, teve o direito a visitas e a ver televisão suspenso por dez dias. A informação sobre a punição foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária e teve origem em uma vistoria realizada nesta terça-feira (9).

Durante uma vistoria da Corregedoria da Seap no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo Pebnitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, Cabral e outro detento foram flagrados com uma quantidade de dinheiro acima do permitido nas celas.

Eles irão responder uma comissão técnica pela falta, além de perder os dois benefícios. A Seap não afirmou qual era o valor que estava com os presos, mas esclareceu que o valor máximo que é possível ser mantido pelos detentos é de 10% do salário mínimo, sendo R$ 95,40.

Em novembro do ano passado, o Ministério Público encontrou camarão, queijo de cabra e bacalhau, entre outros produtos, nas celas onde estavam detidos presos da Lava Jato no Rio.




*Por: Cristina Boeckel, G1 Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial